quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Geração Fast Foda, ou o vazio do amor.


Sexo é diferente de amor.

Só escuto todo mundo falando que sexo é diferente de amor. Que fazer amor é lindo, encantador, delicioso...

Mas quando falam do sexo tratam o ato como válvula de escape de alguma coisa que ficou descompensada e ainda dizem: fazer sexo é muito bom. Porque as pessoas não fazem mais amor então? O fast foda está na moda? Não sei para que eu pergunto isso, se eu mesmo tenho a resposta.

Fazer sexo é agir por instinto... Poder puxar pelos cabelos da nuca, apertar o corpo com mais força, não virar com delicadeza, não sentir vergonha de ritmos e gemidos animais, chamar palavrões de baixo calão, poder sentir o cheiro do orgasmo e o coração querendo sair pela boca com aquela mistura de vida e morte.

Há os que digam que sexo é bom e melhor que sexo, só sexo por sexo! Sexo sem compromisso, sem querer apresentar a ninguém , apenas porque ele aquece, amolece, alivia e mela o instinto. È o tipo de sexo sem ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem falar no futuro...

Posso até fazer um slongan já:

Fast Foda: porque a vida é difícil, cansativa e ele relaxa. Ou, ainda poderá usar: Faça. Porque se não o fizer hoje, acabará por fazê-lo amanhã ou depois.

Mas sexo sem amor é ficar vazio. È ser vazio, estar nulo e não poder preencher o vácuo existente no outro. É não ouvir aquela voz doce ao pé do ouvido, como se revelasse um segredo, dizendo: "amo-te"; ter uma mão no ombro para aplacar a solidão, não ter alguém para apresentar à família e amigos com sendo a pessoa a quem você ama. Sexo sem amor é não ter a quem dar: o beijo de bom dia quando acorda na cama; a primeira fatia do bolo de aniversário; o primeiro abraço no Ano Novo; É não ter pra quem ligar contando as novidades boas (e as ruins), não ter com quem dormir grudadinho, ou mesmo puxar o lençol na cama, ou ainda ficar velando o sono...

Fast foda sim. Fazer sexo sem amor sim! Mas não para sempre. Afinal temos de dar uma oportunidade pro amor( por que este sim relaxa, cura o mau humor, ameniza as dificuldades e faz-nos flutuar).

Experimente ser amado.

Um comentário:

claylson.martins disse...

Sexo e amor, sao diferentes, concordo. Mas podem caminhar juntos...Fast Foda, enche o bucho, alivia a fome, mas não alimenta. Cadê a sustança? Sempre vai faltar e vai procurar mais e mais. Nunca saciado. Mas o importante mesmo é viver. Vivamos, entao.